Método Suzuki



O que é o Método Suzuki?
O Método Suzuki, desenvolvido no Japão por Shinichi Suzuki, mais que um método, é uma filosofia de ensino que, através da música e seus benefícios (memória, percepção, concentração, raciocínio e sensibilidade), visa o desenvolvimento pleno do indivíduo.
 
Shinichi Suzuki, violinista e pedagogo, nascido em Nagoya, Japão, é filho do fundador da maior fábrica de violinos do mundo. Depois de fundar o Quarteto Suzuki com três dos seus irmãos, ele descobriu a grande capacidade de aprendizagem das crianças pequenas e inaugurou seu famoso Instituto de pesquisa da Educação do Talento, agora conhecido em todo o mundo.

Toda Criança é Capaz
Para Suzuki, assim como aprendem a sua língua materna com facilidade, qualquer criança pode aprender a tocar um instrumento.  As ideias de envolvimento dos pais, o encorajamento com amor e a constante repetição são algumas das características do aprendizado da língua-mãe e também do Método Suzuki.

Envolvimento dos Pais
Assim como quando uma criança aprende a falar, o envolvimento dos pais é de suma importância no aprendizado musical da criança. Os pais participam atendendo às aulas com as crianças e servem de "professores em casa" durante a semana. Muitos pais aprendem o instrumento antes dos filhos para estimular a curiosidade da criança e também para aprender o que se é esperado da criança. É um trabalho conjunto entre pai e professor para criar o melhor ambiente para a aprendizagem.


Começando Cedo
A infância é uma época crucial para o desenvolvimento mental e a coordenação muscular. Escutar boa musica deve começar desde o nascimento, fazer parte do dia a dia da criança. Uma criança com um bom ambiente musical pode começar a aprender um instrumento a partir dos 4, 5 anos. Mas nunca é tarde para começar.

Audição
Crianças aprendem palavras depois de ouvi-las sendo faladas muitas vezes por outras pessoas. Ouvir música todos os dias é importante, especialmente música de qualidade. Ouvir o repertório Suzuki também é essencial para que as crianças aprendam e reconheçam imediatamente, antes mesmo de tocarem.

Repetição
Constante repetição é essencial ao se aprender um instrumento. Crianças não aprendem uma palavra ou uma música e depois simplesmente as descartam. Elas as adicionam ao seu vocabulário ou repertório, e gradualmente usam o que foi aprendido em novas e mais sofisticadas formas.


Encorajamento
Assim como com a fala, o esforço da criança em aprender um instrumento deve ser valorizado de maneira sincera. Cada criança aprende de um jeito e a seu tempo. As crianças também são estimuladas a encorajar e ajudar umas as outras, construindo uma atitude de generosidade e cooperação.

Aprendendo com Outras Crianças
Além das aulas individuais, as crianças participam de aulas de grupo regulares e apresentações onde elas aprendem e motivam umas as outras. 

Repertório Gradual
Crianças não praticam exercícios incessantemente para aprender a falar mas usam a linguagem pelo propósito natural da comunicação e auto-expressão. O repertório Suzuki é desenvolvido de maneira que problemas técnicos sejam aprendidos no contexto das peças, ao invés de exercícios técnicos maçantes.

Leitura Tardia
Assim como com a fala e escrita, é importante que as crianças tenham uma boa base técnica e amadurecimento, antes de aprenderem a ler partituras.

Semana de Capacitação de Professores Suzuki em São Paulo

“Não existe habilidade hereditária, são as condições adequadas que produzem habilidades superiores. O talento deve ser desenvolvido através de vivências e de ambiente musical; ouvir bons discos, ir a concertos e praticar constantemente”. 
 Shinichi Suzuki