segunda-feira, 22 de agosto de 2016

O quanto precisamos estudar? Por Ottawa Suzuki Strings

*Artigo traduzido do site Ottawa Suzuki Strings

Professores Suzuki realmente acreditam que toda criança pode aprender a tocar um instrumento. No entanto, ninguém consegue aprender a tocar um instrumento sem praticar. E o fator determinante do quão rápido e o quão bem uma criança aprende a tocar seu instrumento é a consistência, a qualidade e a quantidade do estudo em casa. A responsabilidade é dos pais - não da criança - em assegurar que as sessões de estudo sejam regulares e bem sucedidas.




Consistência

Suzuki sempre dizia: "Só pratique nos dias que você come." O padrão de ouro é estudar diariamente. Faça aquela difícil análise em sua programação e defina quando você poderá praticar diariamente com seu filho. Muitas crianças estão mais dispostas a aprender pela manhã... Mas se as manhãs já são estressantes, seria melhor escolher um horário diferente, onde você poderá estar 100% focado no seu filho. Em geral, é mais fácil estabelecer uma rotina se você praticar no mesmo horário todos os dias. Por exemplo, jantar, estudar, escovar os dentes, tomar um banho, ler histórias e ir para a cama.

Estudo diário e consistente não é algo fácil de conseguir, mas é a base para o sucesso e é o primeiro objetivo que você, como pai, deve perseguir. Quando a prática diária é algo que você simplesmente faz, como comer o jantar e escovar os dentes, a relação entre vocês durante o estudo se tornará mais fácil. Até que a prática diária seja rotina, leve sempre com você o instrumento de seu filho durante as férias. 

Tão importante quanto a consistência ao estudar é a consistência ao escutar o CD. Crianças que ouvem de forma consistente não aprendem somente o novo repertório de forma fácil - elas também retém as peças antigas muito melhor. Certifique-se de que você ouve as gravações de referência todos os dias. Mantenha uma cópia em seu leitor de CD; em seu iPod; no som do seu carro. Basta colocar as gravações automaticamente quando você estiver dirigindo a qualquer lugar com seu filho. Você saberá que está ouvindo o suficiente quando todos da família cantam as peças Suzuki no chuveiro.

Qualidade

Como pai, é sua responsabilidade encontrar uma maneira de trabalhar com o seu filho para que as sessões de estudos em casa sejam agradáveis e produtivas. Isso nem sempre é fácil. Vai levar algum tempo para você descobrir como trabalhar melhor com o seu filho. Algumas crianças aprendem melhor começando com tarefas que eles estão familiarizados e se sentem seguros ao executar, antes de passar para as tarefas mais novas. Outras crianças funcionam melhor com o padrão inverso. Algumas crianças adoram jogos; outras são mais focadas em executar a tarefa. Seu trabalho é usar sua criatividade e habilidades parentais para descobrir o que irá manter o seu filho focado e garantir que eles sejam capazes de completar as tarefas atribuídas.

Praticar não é "fazer até dar certo" - praticar é fazer com que seja consistente. Se o seu filho estuda de forma descuidada, esta é a forma que ele aprenderá a tocar. Então você deve prestar atenção à qualidade do estudo. É melhor que seu filho repita uma tarefa três vezes bem feitas do que seis ou dez vezes mal. Crianças geralmente querem agradar seus pais, por isso, se a prática é sempre desleixada, você precisa se perguntar "por quê?" Você está praticando em um momento do dia em que seu filho está muito cansado? A tarefa é muito difícil para ele? A sessão de estudos está muito longa? Há muitos recursos disponíveis que irão ajudá-lo a tornar-se um professor em casa mais eficaz; não hesite em usá-los.

Quantidade

Com um estudante iniciante, a consistência e a qualidade do estudo devem ser seu maior foco. Portanto, o seu primeiro objetivo deve ser o de aprender a praticar, todos os dias, durante 10-15 minutos.

Depois de ter a rotina de prática diária estabelecida, você pode lentamente aumentar o tempo de estudos. É necessário uma grande quantidade de energia para estudar de forma eficaz, e as crianças variam muito - mesmo de um dia para o outro - no que diz respeito a quanto tempo elas conseguem praticar sem perder o foco. Você pode tentar agendar duas (ou três) sessões de estudos mais curtas, em vez de uma muito longa: praticar o repertório novo no período da manhã, e fazer a revisão à noite com um concerto para os animais de pelúcia antes de dormir. A melhor abordagem é a que funciona para o seu filho, e para sua família.

Depois da consistência e da qualidade ,a quantidade de tempo de estudo é o maior fator de progresso em aprender a tocar o instrumento. Uma criança que pratica 20 minutos por dia está praticando o dobro do que uma criança que pratica 10 minutos por dia, e é provável que esteja aprendendo mais rapidamente também. Uma sessão de estudos típica de 30 minutos para uma criança no final do livro 1 ou 2 pode envolver 3-5 minutos de escalas ou exercícios tonalização, 10 minutos de trabalho em sua peça nova, 5 minutos de aperfeiçoamento em sua peça mais recente, e 10-12 minutos de revisão. Não pule a revisão - ela é absolutamente crucial para solidificar todas as habilidades que seu filho está aprendendo em cada nova peça.

No momento em que um aluno está no Livro 3-4, ele provavelmente deverá praticar entre 45-60 minutos por dia, e os alunos a partir do Livro 4 geralmente precisam praticar pelo menos uma hora por dia. Os alunos avançados (além do repertório Suzuki) muitas vezes praticam entre 2 ou 3 horas por dia.

A recompensa

Os alunos que praticam de forma consistente e efetiva recebem uma recompensa: eles progridem mais. Alunos que fazem mais progresso sentem-se bem sucedidos e confiantes. Alunos que se sentem bem sucedidos e confiantes tem prazer em fazer música.

O objetivo de estabelecer uma rotina de estudo diária não é transformar seu filho em um virtuoso, ou mesmo um músico profissional. O objetivo de estabelecer uma rotina de prática diária é criar as condições para que seu filho possa desenvolver um verdadeiro amor pela música, e a capacidade e a vontade de tocar pelo resto de sua vida. Suzuki sempre dizia "Onde o amor é profundo, muito pode ser conseguido“... .inclusive nos estudos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário