segunda-feira, 25 de abril de 2016

Eu Amo Estudar!

Isso é o que todos nós adoraríamos ouvir de nossas crianças! Tenho recebido muitas dúvidas e questionamentos dos pais de meus alunos quanto ao momento de estudo. Vejo que esse é o maior desafio para a maioria das famílias.

Lendo um artigo na página da Associação Suzuki das Américas, me inspirei a escrever este pequeno texto. Espero que essas dicas ajudem-os a manter a motivação para que vocês, os pais, possam ajudar seus filhos a ter a melhor experiência possível com seus instrumentos.


Desfrute do processo. Se você conseguir ter sessões de estudo prazeirosas, você e seu filho terão alcançado o sucesso. Essa é provavelmente a parte mais difícil de todo o processo mas também a mais recompensadora. Suzuki dizia: “Crianças pequenas devem praticar 3 minutos, 5 vezes por dia, com alegria.“ O objetivo principal do estudo deve ser: fazê-lo com alegria.


Seja consistente. Se seu filho sabe que vocês irão praticar todos os dias no mesmo horário, é muito mais fácil para você e para ele. Crianças precisam de rotina, pois isso lhes dá uma sensação de segurança. De todas as famílias que obtiveram bons resultados nos estudos que conheço, este é o segredo de ouro.

 Não negocie. Se você deixar para estudar apenas quando seu filho quiser, você provavelmente nunca o fará. Crie o hábito de estudar com seu filho e simplesmente o faça. Estabeleça que “estudar faz parte da rotina da família“. Trazer essa disciplina para a rotina familiar faz toda a diferença.

Não espere perfeição. Um dos papéis principais dos adultos é mostrar para as crianças que a vida não é perfeita. Não queremos que eles tenham medo de falhar e busquem pela inatingível perfeição. Errar faz parte do aprendizado. Queremos que eles sejam curiosos por aprender coisas novas e que estejam prontos para aceitar desafios.


Seja eficiente. A duração do estudo não é o mais importante. Se os alunos conseguirem cumprir suas tarefas em menos tempo, termine a prática antes. Dessa forma, eles aprenderão a ser eficientes e focar seus esforços no menor tempo possível.

Não exija demais. Termine o estudo antes da exaustão. Se você terminar o estudo antes de seu filho estar completamente cansado, ele vai querer tocar de novo no dia seguinte.

Gradualmente aumente o tempo de estudo. As crianças precisam desenvolver resistência muscular e concentração. Comece com sessões muito curtas e vá aumentando o tempo pouco a pouco, a medida que o repertório também vai aumentando.


Foque em qualidade, não em quantidade. As tarefas devem ser pequenas e alcançáveis, de modo que a criança se sinta capaz de obter sucesso em seu estudo. Mais nem sempre é o melhor. Prefira tocar menos peças e tocá-las muito bem, escolha progredir devagar mas com qualidade.

Saiba o que você está fazendo. Você é o professor em casa. Para aprender o que você deve fazer em casa, esteja presente em aula, faça anotações, filme as tarefas, pergunte ao professor. Progrida junto com seu filho.

Foque no que está correto. Fale para seu filho quando ele fizer algo bem. Suzuki sempre dizia: “Elogie primeiro, corrija depois“. É muito mais fácil conseguir que seu filho lhe ouça durante o estudo se você souber dar-lhe um elogio sincero. Sempre há algo a elogiar, nem que seja o simples fato de ter tocado para você.


Mantenha uma atitude positiva. Evite frases que podem destruir semanas de bons estudos, como “Você não está tentando“, “Isso não foi bom“, “Precisa se esforçar mais“, “Você está fazendo isso para me irritar“. Caso seja muito difícil controlar-se, crie um jogo onde seu filho ganha um adesivo por ter estudado e você ganha um por ter mantido a calma. Funciona!

Não esqueça o poder de um elogio sincero. Conseguimos mais de nossas crianças elogiando-os do que criticando. Todos nós gostamos de saber quando fazemos algo bem. É natural do ser humano. Crie uma lista com todas as coisas que seu filho faz bem e relembre-o diariamente. Se ele já sabe ler, leiam a lista antes de dormir.


Dê pequenas recompensas. Você não precisa recompensar absolutamente tudo e nem todos os dias, mas de vez em quando isso pode fazer maravilhas para incentivar seu filho! Pode ser jogar seu jogo preferido no final do estudo, ler uma história, pintar um desenho, montar uma parte de um quebra-cabeça, dar-lhe uma figurinha ou uma volta de bicicleta. O mais importante é criar o hábito do estudo e torná-lo um momento especial.

Ouvir também é praticar! Ouvir o CD torna o aprendizado fácil e muito mais rápido. Coloque a gravação da próxima música a ser estudada na hora de colocar seu filho pra dormir, todas as noites. O dia passou e não teve tempo de estudar? Ouça o CD. Se tiver que escolher entre estudar e ouvir o CD, ouça o CD. Vai viajar e não pode levar o instrumento? Leve o CD!

Faça projetos e programações musicais! Concertos e audições são muito motivadores para os alunos. Um concerto pode ser gravar um vídeo para mandar para os avós, ou tocar para alguém pelo telefone. Faça-os tocar em público o máximo que puder.


Revise, revise, revise. Revisar é a chave para o sucesso no Método Suzuki. Todos os conceitos musicais e técnicos são constantemente revistos em peças mais avançadas, assim como na linguagem falada. As crianças não deixam de falar palavras simples por estarem aprendendo palavras mais avançadas. Tudo está conectado, uma música desenvolve habilidades necessárias para a próxima peça. Valorize a revisão diária pedida pela professor, crie jogos, faça cartas com o nome de cada peça, use dados e tudo mais que sua imaginação puder criar!

Ajude as crianças a organizarem seu tempo. Crianças não tem noção do tempo. Esse é o papel dos adultos. Ajude-os criando uma rotina de forma a encaixar estudos, brincadeiras e descanso. Brincar e descansar são tão importantes quanto estudar. Se for preciso, abra mão de atividades, foque no que realmente é importante e valorize cada momento.

Considere a hora do estudo um momento especial. Talvez este seja o único momento que você tenha completamente sozinho com seu filho. Valorize-o como um pequeno tesouro. O tempo passa rápido e esses pequenos momentos se tornarão grandes lembranças na vida de seu filho. O maior presente que os pais podem dar aos pequenos é um pouco do seu tempo, de sua atenção sincera. Isso ficará marcado para sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário